O Futuro do WoW aos Titans Pertence – Avanço da Legião

Vou continuar falando sobre o Futuro do WoW!

No post passado eu fiz uma breve (re)introdução a respeito de um personagem que pode mudar para sempre a história de Azeroth (de novo).

Gul’dan está vivo e seus planos continuam sendo articulados.

Não sabemos onde ele está, mas seus agentes aparecem por toda Draenor.

Spoiler Alert

O texto pode conter SPOILERS!!!!!

Quero lembrar ainda que tudo que encontrarem nesses textos é fruto de pesquisa em videos, histórias e outras fontes espelhadas pela internet, e tudo não passa de especulação.

Essa é a minha opinião sobre o futuro do wow.

O Avanço da Legião

Depois de lembrarmos a história do nosso velho amigo (ou não) vamos pensar sobre o futuro do wow e o que ele nos reserva.

Se a velha máxima “a história se repete” tiver um minimo de verdade, é melhor apertarmos os cintos moçada, porque a coisa vai ficar feia.

No começo de Warlords of Draenor nosso coleguinha Garrosh evitou que os Orcs bebessem o sangue do Demônio Mannoroth e assim evitou a escravidão de toda a raça, mas ele pode ter criado um problema muito maior fazendo isso (pelo menos para nós Azerothianos) .

O ataque dos Orcs através do novo portal negro (que é vermelho e antes era verde) gerou uma gigantesca mobilização em Azeroth.

Horda e Aliança, liderados respectivamente por Marad e Thrall, marcham juntos para acabar de vez com a ameaça de Grommash e a Horda de Ferro, antes que a luta se espalhe por nosso amado planeta e voltemos a vivenciar massacres como vimos em Warcraft I e II.

No fim sabemos que tudo vai dar certo. Ainda não sabemos como isso deve acontecer no futuro do wow, mas apenas sabemos que vai.

A Falha de Garrosh

A questão é, o plano de Garrosh era levar Grommash a dominar Azeroth (e ele falhará miseravelmente se depender de nós), mas eles geraram uma COLOSSAL distração, e ao marchar com força total para encarar essa ameaça, deixamos nosso pequeno planetinha desprotegido e nosso amiguinho Gul’dan está mexendo seus pausinhos ainda.

Mancomunado com o não tão amiguinho assim Sargeras, que sempre quis botar um pé em Azeroth, mas nós sempre (de alguma forma louca) evitamos.

Da ultima vez que eles tentaram para valer os Elfos Noturnos abriram mão de sua imortalidade para destruir Archimonde e evitar que a Legião Ardente invadisse Azeroth em peso (podemos ver esses eventos em Warcraft 3 e na raide de nivel 70 Pico Hyjal), mas um dos generais de Sargeras continua vivo.

É o principal vinculo de Gul’dan com a Legião Ardente e também é o responsável por conceder os poderes tão cobiçados pelo Bruxo, senhoras e senhores falo de Kil’jaeden.

O Futuro do WoW

Segurem suas calças!

Se os planos de Gul’dan se desenvolverem de forma semelhante é possível que dentro deste futuro do wow ele fuja para Azeroth, e lá abra um portal para a invasão da Legião Ardente, a gente vem pedindo por isso a algum tempo.

O “warloco” continua doidão de sangue verde, mesmo após a morte do Mannoroth pelas mãos de Grommash, ele teve um gostinho do que pode vir pela frente é difícil tirar o doce da criança.

Então pode contar que simplesmente ficar quietinho e deixar a gente quebrar o pau é exatamente o que ele não vai fazer.

Planos demoníacos devem correr por trás dos panos e o futuro do wow e de Azeroth está em risco.

Existem diversas “dicas” no lore do jogo que mencionam a chegada da Legião.

Por exemplo uma short story no site do WoW chamado “O Pergaminho em Branco” que conta a história de uma arma de mesmo nome, e o que pode acontecer se ela acabar caindo nas mãos do Garrosh.

A profecia diz “Ventobravo caiu e os Orcs reinam, pelo menos por um tempo,” também diz “O Portal Negro, deixado sem proteção, foi retomado pela Legião Ardente.

Monstros emergiram dos oceanos e não encontraram campeões para resistir a eles” e para completar o efeito de explosão de mentes “As montanhas de Azeroth queimaram e derreteram, os oceanos ferveram até que nada sobrou”.

Onde Acaba Tudo Isso?

OOOOKK!!

Não acho que esse tal pergaminho vai acabar nas mãos de Garrosh, mas sim nas mãos do nosso amigo Gul’dan, já que o Garrosh vai estar um tanto quanto indisponível no fim do WoD.

Acredito também que a queda de Ventobravo e o reino dos Orcs não devam se concretizar, mas a premissa fica aberta para a chegada da Legião ainda assim.

Além disso o Wrathion vem nos alertando e tentando nos unir para combater a Legião Ardente que vai chegar no futuro.

E isso pode ser toda a premissa do WoD, o Wrathion estava envolvido coma fuga do Garrosh.

Pessoalmente eu acho que o Kairoz foi apenas a serviço do Príncipe Negro (os dois se encontram na Ilha Perene próximos um do outro, não seria de grande esforço para o Wrathion recrutar Kairoz) e a intenção dele pode ser justamente fazer o Garrosh montar a Horda de Ferro e forçar a aliança entre as duas facções para enfrentar o que vem pela frente.

Existem indicações da presença do Wrathion em Draenor, encontraram menções a ele é no diário do Admiral Taylor, que pode ser encontrado em um dos muitos Baús de tesouro espalhados por toda a expansão (além disso outro que vive profetizando a chegada da Legião é o Vellen).

Se pararmos para pensar, é um plano até bem inteligente.

Arathor o Meio-Elfo

Outra indicação foi dada na festa de lançamento do MOP que se enquadra para o futuro do wow.

Chris Metzen mencionou que precisaremos da ajuda de Alleria e Turalyon para encarar o que vem depois de Pandaria (isso pode indicar que eles irão aparecer nessa nova Draenor em que nós chegamos, mas pessoalmente acredito que eles devem aparecer no final do WoD inicio do que vem depois).

Arathor (filho dos dois) conta uma história curiosa quando você conversa com ele dentro do WoW, a respeito de um sonho que ele tem que se repete toda noite.

“Ele sonha com um céu vermelho e que a Legião luta ao longe com números além da compreensão. Ele está ajoelhado diante do corpo de um homem moribundo, presumivelmente o pai dele. O homem tenta sussurrar algo, mas por mais que Arathor se esforce, ele não consegue entender”.

Ner’zul antes de vir parar em Azeroth abriu uma série de portais por toda Draenor, e é possivel que Turalyon e Alleria tenham fugido por um desses portais para escapar da destruição de Draenor e partir para cima da Legião Ardente.

A missão do fogo verde dos Bruxos também faz referencia a esses portais.

futuro-do-wow-arathor

Imagino eu que se isso se desenvolver teremos uma luta à sério com Kil’jaeden e a Legião Ardente na próxima expansão.

Gul’dan todo poderoso sendo o Boss de uma raide inicial e o chefão final sendo o próprio Kil’jaeden (dessa vez com sua força total e não só metadinha como vimos no Platô da Nascente do Sol).

Não acredito em uma luta contra o Sargeras (uma mexida de dedo dele e a gente vira pó) ele é simplesmente poderoso demais para o que a gente pode alcançar, pelo menos por enquanto.

Se ele decidisse que ia pessoalmente invadir Azeroth era melhor a gente arrumar as malas e fugir com os Draenei (lembrando que o cara é tipo… um deus).

A Presença da Legião

Mas ainda assim a simples corrupção causada pela, de certa forma leve, presença da Legião Ardente foi o suficiente para destruir Draenor transformando-o no que conhecemos como Terralém.

O objetivo da Legião é acabar com o que foi construído pelos Titans e Azeroth, por conta de toda a história por trás da Nascente da Eternidade, tem atenção especial.

Acredito que uma invasão em massa como eu imagino pode trazer sérias consequências e o mundo vai tremer.

Não espero uma mudança como no Catalcysm, se a invasão acontecer provavelmente será em um novo continente, que deve ficar do outro lado de Azeroth (sim o planeta é redondo, e a gente NUNCA viu o que tem por lá, só sabemos que todos os navios que tentaram a travessia nunca mais foram vistos).

Especula-se por ai que temos um vasto oceano daquele lado, e provavelmente é onde a maior parte do Reino de Azshara fica, mas não seria difícil para a Blizzard justificar a existência de terra firme naquela região (Pandaria tá ai pra provar isso).

futuro-do-wow-azshara

Conclusões e mais Especulações

Não acho que Azshara vai se manifestar de forma séria na mesma expansão em que a presença da Legião será tão forte (não porque não faz sentido, mas porque a queimariam dois personagens importantes em uma unica expansão), mas a rainha das profundezas está descansando a tempo demais e já está na hora dela dar as caras por aí.

Lembram de “The Dark Below” pois é, aquele diabo daquele registro remói na minha mente desde quando o vi pela primeira vez, e eu acho que depois de uma luta nas proporções que teremos contra a Legião (que tem uma forte relação com a Rainha das Nagas, para quem ainda não viu o machinima “War of the Ancients: The Well of Eternity” recomendo bastante para quem quer saber mais sobre essa história, está em inglês, mas é bem legal).

Azshara pode sentir que estamos fracos o suficiente para que ela entre em ação, as profundezas do oceano são traiçoeiras e ela encontrou fortes aliados por lá.

No próximo post sobre o futuro do wow, vou discutir com vocês sobre a possível volta de Azshara, e como ela provavelmente não vem sozinha.

Um abraço!

Até lá!