Azshara – Rainha de Kalimdor – Luz das Luzes

Azshara, Ah! Azshara, Rainha dos Elfos, Luz da Lua, dentre tantas outras coisas.

Com o hype da expansão Legion, figuras importantes do lore de Warcraft voltam a tona, iremos visitar lugares importantes para a sociedade dos Elfos Noturnos.

Suramar foi um grande local para os elfos, sendo assim para conhecermos mais sobre o coração da sociedade dos elfos precisamos falar de sua antiga rainha, Azshara.

“A Rainha Azshara foi a mais amada e a primeira líder de todo povo Élfico de Kalimdor (lembrando que Kalimdor nesta época era o nome dado a todo o continente quando ele era unificado).

Ela liderou os Elfos a mais de 10.000 anos atrás.

Atualmente Azshara é a líder do povo Naga.

A Rainha dos Elfos

Considerada a mais linda de todos os seres de Azeroth, carismática e muito persuasiva, ela controlou toda a sociedade conhecida hoje como Elfos Noturnos.

Após sua derrota pelas mãos de Malfurion, e com o acontecimento do evento The Great Sundering (A Grande Cisão) que separou os continentes (como conhecemos hoje), e enviou a capital para o fundo do oceano juntamente com a maioria dos Altaneiros.

A Rainha ouviu um sussurro do deus antigo N’zoth oferecendo a ela a oportunidade de salvar sua raça e ser transformada em um poderoso ser capaz de reinar por toda Azeroth.

Em um ato desesperado de salvar-se e salvar o seu povo (pelo menos os fieis), Azshara aceitou esta barganha, e foi incumbida com as energias do deus antigo e assim surgiram as primeiras Nagas.

Ela reuniu o que sobrou de sua capital e fundou o império de Nazjatar nas profundezas, o novo lar para os Nagas e assim começou a estruturar uma nova hierarquia para o seu povo”.

azshara-e-a-nascente-da-eternidade

Azshara e a Nascente da Eternidade

Uma antiga raça de humanoides escuros e encurvados (Dark Trolls exilados do império de Zandalari), começaram a criar uma pequena vila ao redor da Nascente da Eternidade.

Eles costumavam se banhar nestas águas e a utilizavam para todos os fins.

Eles começaram então a descobrir e utilizar magia arcana devido ao desenvolvimento que tiveram ao usar demasiadamente esta água.

Em certo momento da “mutação” fundaram a cidade de Zul’damar.

Diante dos conceitos culturais, uma das punições com penalidade de morte era o afogamento na Nascente da Eternidade.

Azshara foi acusada que fugir da vila com a intenção de ajudar as raças inferiores que sofreram com as guerras elementais e com a estruturação da nova Azeroth.

Ela os auxiliava utilizando a água da Nascente da Eternidade, ela foi pega neste ato considerado como traição, pois acreditavam que ninguém mais poderia ter o acesso a estas águas.

Em seu julgamento Azshara foi afundada na Nascente da Eternidade, presa em uma jaula.

Porem quando a mesma ressurgiu, não estava morta, estava totalmente diferente, sua forma física se tornou ao que hoje conhecemos de Elfos Noturnos, seus olhos brilhavam pura energia, sua pele escura ganhou um brilho imensurável.

Azshara adquiriu um poder arcano jamais visto em Azeroth.

azshara-em-forma-de-elfo-cosplay

O Poder Latente da Rainha

Ela destruiu facilmente sua jaula e matou os seus executores, ela então foi clemente em dizer que aqueles que a seguirem agora ficariam vivos e seriam também transformados…com o tempo.

Todos ali aceitaram, os que foram contra obedecer Azshara foram mortos, e os que conseguiram fugir voltaram para Zandalari.

A primeira atitude de Azshara foi mudar o nome da cidade para Zin Azshara, desde então costumes, cultura e inclusive o idioma foram adaptados para uma nova raça que surgia, os Elfos.

Durante a ascensão do império Élfico, Azshara recebeu a visita de Elune na qual guiou os seus passos e recebeu a missão de purificar toda Azeroth.

Missão na qual seguiu por milênios porem em certo momento desviou.

Mas o que vale deixar claro é que neste momento os Elfos adotaram Elune como sua principal Deusa e padroeira, sempre os ensinando a utilizar os seus dons com moderação e maturidade.

Títulos e Apelidos

Durante toda sua jornada a rainha Azshara adquiriu diversos títulos, todos adquiridos em certo momento de sua história, seja eles por méritos ou acontecimentos.

Queen of Kalimdor (Rainha de Kalimdor)

Azshara ganhou este título quando instituiu o império Élfico, como eles se consideravam a raça mais inteligente da região, e o império mais estruturado e solidificado, os Altaneiros deram a Azshara o título de Rainha de Kalimdor.

Vale lembrar que este Kalimdor refere-se ao período antes do “The Sundering” A Grande Cisão

Daughter of the Moon (Filha da Lua)

Os Kal’dorei (Elfos Noturnos) depois da introdução de Elune em sua religião e doutrinas acreditavam que Azshara era a filha de Elune, e então a batizaram como filha da lua.

Uma vez que os Kal’doreis acreditam que Elune é uma divindade viva que saiu da Nascente da Eternidade, e Azshara também foi transformada ao ter um crucial contato com a fonte, este fato fundamenta mais esta teoria dos Elfos Noturnos.

The Light of Lights (Luz das Luzes)

Este é o apelido que os generais mais próximos da rainha a chamam, é uma forma honrada e nobre de um general se dirigir a Azshara.

Light of a Thousand Moons (Luz de Mil Luas)

Termo muito utilizado pelos sacerdotes Altaneiros ao dirigir-se a rainha.

Cherished Heart of the People (Amado Coração do Povo)

Título dado a Rainha Azshara por um grupo de druidas que ficou incumbido de purificar todos os animais infectados devido aos efeitos do The Sundering, este grupo futuramente se separa dos Elfos noturnos em uma peregrinação por toda Azeroth e ficou conhecido como D.E.H.T.A. (Druids for the Ethical and Humane Treatment of Animals) ou em português DruiPA.

Empress of Nazjatar (Imperatriz de Nazjatar)

Título da Rainha após ser transformada em Naga pelos deuses antigos, atualmente Azshara esta solidificando o seu reino submerso para algum fim que desconhecemos, sendo assim ganhou o título de imperatriz pelos seus súditos agora também transformados.

Os demais títulos como Glory of Our People (Glória do nosso Povo) Radiance of the Moon (Esplendor da Lua) Flower of Life (Flor da Vida)

Não são títulos mas sim expressões, e apelidos comungados pelo povo Élfico com intensão de saudar a rainha

Vision of Perfection (Visão da Perfeição)

Título dado pelos elfos Altaneiros que não foram transformados em nagas porem que recusaram negar o uso de magia arcana, esses elfos foram exilados e fugiram para os reinos do leste e futuramente foram conhecidos como Elfos Superiores.

azshara-lore-world-of-warcraft

Biografia

A Nascente da Eternidade sempre foi a parte central da vida e da cultura dos Elfos como um todo.

Os Altaneiros, uma casta na sociedade Élfica obsessiva pelo uso da magia arcana, e ainda estimulados por Azshara, começaram a mergulhar nas magias e conhecimento da Nascente da Eternidade mais profundamente.

Tal foi o ponto que a própria Rainha deu benefícios a estes Elfos como acesso ao palácio e acesso a fonte quando eles achassem necessário.

A atitude não era bem vista aos olhos de Elune, e de alguns outros semi-deuses, que pressentiram que algo de ruim estaria por vir. Porem a rainha nem sempre foi assim.

Quando ela libertou o povo e cortou as cadeias de evolução permitindo que os seres hominídeos se banhassem na Nascente da Eternidade para terem a chance de evoluírem.

Ela o fez com a melhor das intenções, quando ela poderia sim reinar absoluto sendo o ser que manipularia a energia arcana brincando.

Sendo assim Azshara de inicio tinha traços de nobreza e humildade, sua missão de purificar todo o continente (ainda solidificado como um só) dado pela deusa Elune, foi mantida como prioridade na sociedade Élfica que ali surgia.

Porem o poder é algo sedutor, os elfos não sabiam a origem e o porque a Nascente da Eternidade foi criada, e começaram a usar seu poder sem controle.

Tentando ocultar esta manobra, a Rainha começou a criar hierarquias dentro da sociedade e os Altaneiros foram criados.

Eles inicialmente foram escolhidos a dedo, e seriam Elfos destinados a sugar o máximo de conhecimento da Nascente da Eternidade.

Xavius

O seu mais “fiel” concelheiro chamado Xavius, que inclusive comandava os Elfos que tinham acesso a Nascente da Eternidade.

Ele já sofria as tentações de Sargeras que prometeu poderes imagináveis se ele convence-se a Rainha de utilizar as energias da nascente para que a legião e posteriormente o próprio Sargeras viessem ao mundo de Azeroth.

De certo ponto com muita cautela, Xavius conseguiu o que queria, e estes eventos desenrolam a guerra dos antigos (War of the Ancients).

A Corrupção da legião ardente transformou os Elfos que se aliaram a legião em Sátiros, tal blasfêmia foi repelida pelos druidas discípulos de Cenarius liderados por Malfurion Tempesfuria!

Que com sucesso repeliu a invasão da legião e expulsou aqueles que queriam continuar a usar energia arcana.

Com os eventos do “The Sundering”, Azshara no fundo do oceano ouviu o sussurro de um deus antigo (possivelmente N’zoth) onde ele garantiria enorme poder e sobrevivência nas profundezas, o que daria tempo o suficiente de se reerguerem e buscar vingança, em troca de total obediência.

A Rainha condenada não pensou duas vezes e aceitou a barganha, e assim todos esses elfos que estavam fieis a ela se transformaram nos enigmáticos e ferozes Nagas.

Seus corpos sofreram mudanças drásticas e irreversíveis.

A Rainha agora reina nas profundezas de Azeroth, enviando as suas (seus) nagas para a superfície em busca de artefatos de sua antiga civilização.

Espero que tenham curtido, se querem saber mais de lore, acessem o link.